MIX BRASIL 728X90 01
CAPA CRHYSTI MASTER FULL 01
PET DB CAPA FULL 01
LINAMEG COMPLETA
Good Pax capa 01

Procuradora do Maranhão "esfaqueia" boneco de Bolsonaro durante malhação do Judas. Veja vídeo

À CNN Renata Bessa negou que a facada tinha relação com o presidente Jair Bolsonaro, no entanto no vídeo ela foi clara: "Digo que Judas é Bolsonaro, a gente vai malhar ele com gosto."

Por Comunica Amazonas em 21/04/2022 às 13:24:03

A procuradora do estado do Maranhão Renata Bessa deu uma "facada" em um boneco representando o presidente Jair Bolsonaro na tradicional "malhação de Judas" no último sábado (16). O vídeo em que Bessa aparece esfaqueando o boneco viralizou nas redes sociais.

Renata Bessa aparece em duas gravações diferentes. Em uma delas, ela dá uma "facada" no boneco e, em outro momento, ela compara Bolsonaro a Judas.


Em 2018, durante a campanha eleitoral, Bolsonaro foi esfaqueado em Juiz de Fora (MG) por Adélio Bispo. O então candidato ficou internado durante semanas e ainda hoje enfrenta problemas de saúde decorrentes do atentado.

Questionada sobre o motivo da facada, Renata Bessa explicou à CNN que a malhação de Judas é uma tradição no estado, em referência à traição do apóstolo a Jesus.

"Meu pai fez o Judas e a gente pregou em uma coluna de madeira que fica na frente da minha casa. É o costume daqui. Ele fica lá um tempo, as pessoas passam, olham, mexem, botam dinheiro, enforcam, tiram a cabeça, esfregam no chão, tocam o fogo, é assim mesmo", disse.

Ela reforça que a "facada" não tinha relação com Bolsonaro. "Eu estava com a faca na mão para tirar a corda que ele estava preso para colocar no poste", disse, e ainda completa: "Quando eu fui tirar o Judas para botar em outro lugar, eu não disse que era Bolsonaro".

O vídeo havia sido publicado inicialmente em grupos de família e no status do WhatsApp. Com a circulação das imagens, a procuradora está sofrendo ameaças nas redes sociais. Um dos intimidadores proferiu ofensas à advogada e ainda alegou saber onde ela mora.

No Twitter, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (Republicanos-RJ) repudiou a ação.

O parlamentar publicou uma montagem das duas gravações. "Neste momento, meus advogados preparam denúncia no MP e CNMP contra esta senhora, que custo acreditar seja procuradora", escreveu. Eduardo se refere ao Ministério Público e ao Conselho Nacional do Ministério Público. A mulher do vídeo, no entanto, é procuradora do estado – e não do MP.

A CNN procurou o Palácio do Planalto e o deputado Eduardo Bolsonaro para comentar o tema. Eles ainda não se manifestaram.

A procuradora disse à CNN que vai entrar com uma ação de produção antecipada de provas. "Para saber quem foi que fez isso e por que utilizou um vídeo que não era público", diz.

Fonte: CNN Brasil

Comunicar erro
Capa 2 Couminca Am horizontal FULL
Banner 02 Pet DB

Comentários

Capa 3 Couminca Am horizontal FULL
Banner 02 Good PAX