MIX BRASIL 728X90 01
CAPA CRHYSTI MASTER FULL 01
PET DB CAPA FULL 01
LINAMEG COMPLETA
Good Pax capa 01
Olhar Especial 01 728

Hemorio estuda tratamento de covid-19 com plasma de vacinados

Por Agência Brasil em 24/05/2021 às 19:39:05

O Instituto de Hematologia Arthur de Siqueira Cavalcanti (Hemorio), vinculado à Secretaria de Estado de Sa√ļde do Rio de Janeiro (SES-RJ), inicia nesta semana a coleta de plasma (parte l√≠quida do sangue) de doadores que tenham recebido as duas doses de vacina contra a covid-19, h√° pelo menos 14 dias.

O plasma coletado ser√° usado em estudo inédito denominado Immuneshar, que vai testar uma nova op√ß√£o de tratamento contra o novo coronav√≠rus. O material ser√° aplicado em pacientes maiores de 40 anos com covid-19 e que estejam na fase inicial da doen√ßa, disse hoje (24) à Ag√™ncia Brasil o diretor do Hemorio, Luiz Amorim.

O estudo ser√° feito em conjunto com a Pontif√≠cia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS), Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), SES-RJ, Hospital Virvi Ramos (RS), Secretaria Municipal de Sa√ļde de Caxias do Sul e Universidade Feevale (RS).

Essa é a primeira pesquisa multic√™ntrica do pa√≠s a utilizar o plasma doado por pessoas com o esquema vacinal completo, para tratar pacientes no est√°gio inicial da doen√ßa.?? O projeto tem financiamento do Ministério da Ci√™ncia, Tecnologia e Inova√ß√Ķes.

Esperança

De acordo com o Hemorio, a técnica de usar o plasma convalescente, também chamado plasma hiperimune, foi adotada durante a epidemia da Gripe Espanhola, em 1918 e, segundo os pesquisadores, pode ser uma esperan√ßa para o tratamento do novo coronav√≠rus, principalmente nos casos leves e moderados. Eles acreditam que como a vacina produz um tipo espec√≠fico de anticorpo, em tese mais eficiente no combate ao v√≠rus, o tratamento com o plasma pode reduzir as taxas de interna√ß√£o dos pacientes.

Luiz Amorim informou que ser√£o tratados 380 pacientes, maiores de 40 anos de idade, atendidos em unidades de Pronto Atendimento (UPAs) da rede de sa√ļde do Rio de Janeiro e do Rio Grande do Sul, que tenham confirmado a infec√ß√£o pelo novo coronav√≠rus, que estejam no m√°ximo no terceiro dia de sintomas, sem necessidade de interna√ß√£o hospitalar e que concordem em participar da pesquisa.

Desse total, metade receber√° a transfus√£o de plasma, para que possa ser feita an√°lise comparativa da efic√°cia do produto. A escolha dos pacientes que receber√£o o plasma ou far√£o o tratamento padr√£o ser√° aleatória, por sorteio. Esse é um procedimento padr√£o em pesquisas, afirmou o diretor do Hemorio. Elas ter√£o que assinar um termo de consentimento para participar do estudo e v√£o se recuperar em casa, com acompanhamento dos pesquisadores.

Resultados

Luiz Amorim estimou que o estudo dever√° ser conclu√≠do em até tr√™s meses. Os resultados ser√£o avaliados em conjunto por todas as institui√ß√Ķes envolvidas no projeto. "Quanto mais centros estiverem participando, mais rapidez teremos nos resultados", disse o diretor do Hemorio.

Amorim afirmou que caso os resultados do tratamento com plasma sejam positivos, ele poder√° ser utilizado em um n√ļmero maior de pessoas. A decis√£o, porém, ser√° das autoridades de sa√ļde p√ļblica. Desde o in√≠cio da pandemia, mais de 300 pessoas fizeram transfus√£o com plasma doados no Hemorio. Os dados preliminares obtidos até agora apontam que a técnica é eficiente nos pacientes em est√°gios iniciais de infec√ß√£o, ao neutralizar o v√≠rus.

Fonte: Agência Brasil

Comunicar erro
Capa 2 Couminca Am horizontal FULL
Banner 02 Pet DB

Coment√°rios

Capa 3 Couminca Am horizontal FULL
Banner 02 Good PAX