MIX BRASIL 728X90 01
CAPA CRHYSTI MASTER FULL 01
PET DB CAPA FULL 01
LINAMEG COMPLETA
Good Pax capa 01
Central Gospel Livro Banner Principal
BACURI 728X90 01

Funda├ž├úo do C├óncer lan├ža campanha nacional #VacinarSalvaVidas

Por Comunica AM em 03/05/2021 às 22:47:14
Patrocínio Comunica AM

Patrocínio Comunica AM

A Funda├ž├úo do C├óncer lan├žou hoje (3) a campanha nacional #VacinarSalvaVidas, com o objetivo de conscientizar e mobilizar os pais sobre a import├óncia da vacina├ž├úo de crian├žas e jovens de 9 anos a 14 anos de idade contra o HPV, para prevenir o c├óncer de colo de ├║tero na fase adulta. A vacina é gratuita no Sistema ├Ünico de Sa├║de (SUS). O esquema vacinal é de tr├¬s doses, com intervalos de dois a seis meses.

O médico Luiz Augusto Maltoni, diretor executivo da Funda├ž├úo do C├óncer, destacou em entrevista à Ag├¬ncia Brasil que a vacina contra o HPV é preconizada para meninas entre 9 e 14 anos de idade e meninos entre 11 e 14 anos de idade. "Exatamente na idade pré-in├şcio da atividade sexual, porque é onde a gente vai ter oportunidade de fazer com que eles desenvolvam imunidade contra o v├şrus do HPV e, em especial, os subtipos que mais causam o c├óncer, que s├úo o 16 e o 18. A vacina é eficaz na prote├ž├úo. Portanto, a gente vai estar protegendo essas crian├žas, quando adultas, em especial as meninas, de desenvolverem o c├óncer de colo de ├║tero".

Maltoni disse que esse tipo de c├óncer, no Brasil, é o terceiro principal c├óncer na mulher, depois do de mama e colorretal. Est├í exclu├şdo a├ş o c├óncer de pele, que é o primeiro para homens e mulheres, mas que tem tratamento simples na maioria dos casos.

Infec├ž├Áes

Existem, pelo menos, 13 tipos de HPV que apresentam maior risco ou possibilidade de gerar infec├ž├Áes persistentes, estando associados a les├Áes precursoras de c├óncer. Os subtipos do v├şrus HPV de alto risco oncog├¬nico, o 16 e o 18, est├úo presentes em 70% dos casos de c├óncer do colo do ├║tero, informou a Funda├ž├úo do C├óncer.

O Instituto Nacional de C├óncer José Alencar Gomes da Silva (Inca) estima para este ano o surgimento de 16.590 novos casos de c├óncer de colo de ├║tero no Brasil. Somente no estado do Rio de Janeiro, s├úo estimados 1.640 novos casos de c├óncer de colo de ├║tero pelo Ministério da Sa├║de.

O médico oncologista Luiz Augusto Maltoni disse que esse tipo de c├óncer tem grande potencial de causar met├ístases e pode ser evitado. "Se diagnosticado precocemente, é cur├ível".

Maltoni disse que h├í muita gente com c├óncer de colo de ├║tero na popula├ž├úo brasileira, uma doen├ža que se conhece qual é o agente causal e tem possibilidade de ser exterminada. A própria Organiza├ž├úo Mundial da Sa├║de (OMS) lan├žou o desafio global, no final do ano passado, de retirar da agenda de doen├ža prevalente o c├óncer de colo de ├║tero. "Existe tratamento, existe como prevenir, ent├úo j├í é hora de a gente atacar isso e ter resolvida essa quest├úo do c├óncer de colo de ├║tero para a popula├ž├úo do Brasil e do mundo", refor├žou Maltoni.

Parceria

A campanha renova a parceria da Funda├ž├úo com a Ecoponte, concession├íria que administra a Ponte Rio-Niterói. Foram instalados painéis nos dois sentidos da ponte para chamar a aten├ž├úo para a vacina├ž├úo, informando sobre a faixa et├íria da popula├ž├úo que pode se imunizar na rede p├║blica.

A campanha em parceria com a Ecoponte ficar├í no ar nas redes sociais da Funda├ž├úo do C├óncer e em destaque na Ponte Rio-Niterói até julho próximo. A Funda├ž├úo, entretanto, pretende refor├žar a quest├úo do controle do c├óncer de ├║tero ao longo de todo este ano, alinhada com a OMS, "para que a gente possa ter todas a crian├žas naquela faixa et├íria vacinadas no nosso pa├şs e as mulheres fa├žam seus exames preventivos e ginecológicos".

Covid-19

O diretor executivo da Funda├ž├úo do C├óncer alertou também que a pandemia da covid-19 afastou muitas mulheres dos consultórios médicos, o que pode representar um risco para a sa├║de feminina. As mulheres n├úo devem deixar de fazer seus exames preventivos, porque s├úo importantes para preven├ž├úo do c├óncer ginecológico, indicou. "A gente n├úo pode deixar de lembrar que essas doen├žas continuam acontecendo e é fundamental que, com todo cuidado necess├írio, como usar m├íscara, lavar as m├úos, distanciamento, as mulheres n├úo deixem de fazer os seus exames de rotina, seus exames preventivos".

Maltoni reiterou a necessidade de se evitar uma doen├ža que, de acordo com o mais recente levantamento do Sistema de Informa├ž├úo sobre Mortalidade do Ministério da Sa├║de, causou 6.596 mortes em 2019. "Nosso foco é esclarecer a popula├ž├úo e acabar com preconceitos em rela├ž├úo a quest├Áes que envolvem exames, como o preventivo e o uso da camisinha, que ajudam a conter o avan├žo do c├óncer de colo de ├║tero, que ainda é muito frequente em nosso pa├şs e, infelizmente, causador de muitas mortes", concluiu Maltoni.

Fonte: Agência Brasil

Comunicar erro
Capa 2 Couminca Am horizontal FULL
Banner 02 Pet DB

Comentários

Capa 3 Couminca Am horizontal FULL
Banner 02 Good PAX