Linameg 01
CAPA CRHYSTI MASTER FULL 01
PET DB CAPA FULL 01
LINAMEG COMPLETA

Médico de 95 anos escolhido para ser primeiro vacinado contra Covid-19 em cidade da BA morre horas antes de ser imunizado

Por G1 em 20/01/2021 às 22:23:00
Arquivo Pessoal

Arquivo Pessoal

Divaldo Brandão morreu na madrugada desta quarta-feira (20), em Mutuípe, após se deitar para dormir e ainda não informações sobre a causa do óbito. Após morte do médico, técnica de enfermagem de hospital da cidade foi vacinada. Médico escolhido para ser primeiro vacinado contra Covid-19 em Mutuípe morre horas antes de ser vacinado

Um médico de 95 anos escolhido para ser o primeiro vacinado contra a Covid-19 em Mutuípe, cidade que fica a cerca de 250 km de Salvador, morreu madrugada desta quarta-feira (20), horas antes de ser imunizado, em evento que aconteceria na manhã desta quarta.

Segundo informações do prefeito de Mutuípe, Digão (MDB), Divaldo Brandão morreu após se deitar para dormir. Ainda não há informações sobre a causa do óbito.

O velório de Divaldo Brandão ocorreu na manhã desta quarta-feira na Câmara de Vereadores da cidade. Em seguida, o corpo do médico foi levado para Salvador, onde vai ser sepultado.

Divaldo Brandão chegou em Mutuípe em 1952 durante o surto de febre tifóide na região. O médico atendia as áreas de clínica médica geral e ginecologia.

"Ele foi o primeiro médico de Mutuípe, ele trabalhou aqui a sua vida profissional toda. Então, trabalhou no hospital por muitos anos, no posto de saúde do município", disse o prefeito Digão.

Prefeitura de Mutuípe divulgou nota de pesar por morte do médico de 95 anos

Nas redes sociais, a Prefeitura de Mutuípe publicou uma nota de homenagem ao médico Divaldo Brandão e disse que ele deixou um "legado de alegrias com seu sorriso sempre contagiante".

"É com pesar que a Prefeitura Municipal de Mutuípe, comunica o falecimento do servidor Divaldo Brandão (20/01/21). A passagem de Dr° Divaldo, um verdadeiro líder, um exemplo ativo na construção de Mutuípe, um homem que se dedicou por muitos anos a salvar vidas, deixa um legado de alegrias com seu sorriso sempre contagiante. Um profissional de excelência.

Aos familiares e amigos os nossos profundos sentimentos e o desejo de que seus bons exemplos estejam sempre vivos em nossa memória".

Diivaldo Brandão chegou em Mutuípe em 1952

Vacinação em Mutuípe

Mesmo com a morte de Divaldo Brandão, o município de Mutuípe vacinou a primeira pessoa contra a Covid-19. A escolhida foi a técnica de enfermagem do Hospital Clélia Rebouças, Alvina Sousa.

Mutuípe recebeu 138 doses da vacina contra Covid-19. O prefeito informou que a prioridade na vacinação será para os funcionários da saúde que tratam diretamente com a doença.

"Prioridade divididos entre o Hospital Clélia Rebouças, profissionais do Samu, motoristas de ambulâncias, agentes vacinadores e os funcionários dos hospitais", explicou o prefeito do município.

Fonte: G1

Comunicar erro
Capa 2 Couminca Am horizontal FULL
Banner 02 Pet DB

Comentários

Capa 3 Couminca Am horizontal FULL