Linameg 01
CAPA CRHYSTI MASTER FULL 01
PET DB CAPA FULL 01
LINAMEG COMPLETA

Rio Preto da Eva: Governador e administração municipal alinham próximas fases de projeto do Distrito Bioagroindustrial da Amazônia.

Por Comunica AM em 15/09/2020 às 00:24:54

A reunião desta segunda-feira (14/09) teve a presença do prefeito de Rio Preto da Eva, Anderson Souza; dos secretários de Estado de Meio Ambiente, Eduardo Taveira; e de Produção Rural, Petrúcio Magalhães Júnior; da secretária executiva de Comunicação, Cristiane Mota; dos presidentes do Ipaam, Juliano Valente; e da Faea, Muni Lourenço; e do vice-presidente da Fieam, Nelson Azevedo.

O governador Wilson Lima reuniu também com o superintendente da Zona Franca de Manaus, Algacir Polsin, secretários de Estado e representantes de classe para alinhar as próximas etapas do projeto do Distrito Bioagroindustrial da Amazônia - Polo Rio Preto da Eva (Biodarpe).

A iniciativa, que envolve os governos estadual, federal e municipal, tem a missão de gerar emprego e renda na Região Metropolitana de Manaus a partir do estímulo à agroindústria e à bioeconomia.

Na reunião, realizada na sede do Governo do Estado, na Compensa, foi apresentada a atualização do projeto do Biodarpe, que passou por ajustes técnicos e no cronograma. A primeira etapa envolve a construção de um centro administrativo para alocar as equipes de implantação do projeto e de atração de negócios.


"Esse é um projeto muito importante para a diversificação da matriz econômica do estado do Amazonas. Queremos transformar a rodovia AM-010 em um corredor de atividades produtivas, e o Biodarpe será fundamental nesse processo, beneficiando a população daquela região", afirmou o governador Wilson Lima.

Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, Jório Veiga, a primeira fase também inclui o arruamento principal, com 31 lotes, para que as empresas e investidores possam se instalar.

"O que fizemos foi um redimensionamento do Biodarpe para acelerar a implementação do projeto, fazendo com que essa primeira etapa possa acontecer num prazo muito mais curto, atraindo empresas e proporcionando uma visão, para aqueles que queiram vir, do que será o distrito bioagroindustrial no futuro", explicou o secretário.

De acordo com Jório Veiga, o próximo passo será a elaboração do estudo de impacto ambiental do projeto. Esse processo envolve o diagnóstico ambiental da área do distrito, análise dos impactos ambientais, definição das medidas mitigadoras e elaboração do programa de acompanhamento e monitoramento.

Segmentos - Com o Biodarpe, a proposta é desenvolver as potencialidades do município de Rio Preto da Eva nos segmentos de biojoias, extratos naturais, óleos vegetais e fitoterápicos, cultivo de banana, açaí, laranja, mandioca e outras frutas, criação de suínos, bovinos, aves e peixes, além da pesca natural e movelaria.


Fotos: Tacio Melo/Secom.

Fonte: SECOM AM

Capa 2 Couminca Am horizontal FULL
Banner 02 Pet DB

Comentários

Capa 3 Couminca Am horizontal FULL