MIX BRASIL 728X90 01
CAPA CRHYSTI MASTER FULL 01
PET DB CAPA FULL 01
LINAMEG COMPLETA
Good Pax capa 01
Olhar Especial 01 728

As Variáveis de um Policiamento Ostensivo - Parte 2. Artigo do Coronel QOPM Ricardo

Por Neder Guedes em 26/09/2021 às 17:05:22

Foto copiada do MBPO da PMESP - M-14-PM 1985

Continuando a falar sobre as Variáveis (são as diversas maneiras como policiamento ostensivo se apresenta), algumas delas não são muito retratadas. São elas:
LUGAR – Identifica o perímetro onde o policiamento ostensivo será realizado que pode ser rural ou urbano.
Quando nos referirmos a FORMA, estamos tratando dos níveis de comando do policiamento ostensivo.
As responsabilidades no policiamento ostensivo devem ser escalonadas de acordo com as necessidades de segurança e disponibilidade de recursos. Cada nível de comando se encarrega de determinada abrangência.
Na linguagem do policiamento ostensivo, quando referimos à forma como o policiamento será executado, estamos estabelecendo o desdobramento das atribuições e o escalonamento dos níveis de comando, sendo assim, a variável Forma se apresenta com Desdobramento e Escalonamento.
A variável TEMPO – Identifica os horários em que o policiamento estará distribuído, ativado ou estará em repouso, onde se considera JORNADA o período compreendido entre a chegado do policial (is) no quartel até o seu regresso após a realização do policiamento. TURNO é o período em que o policiamento está efetivamente atuando. Uma jornada pode ter vários turnos, pois se excluem do turno os períodos em que o policiamento retrai, seja para descanso ou instrução e alimentação.
Uma JORNADA começa quando o (s) policial (is) chegam no quartel e só termina quando do regresso, porém o revezamento no local do policiamento são jornadas distintas.
A variável NÚMERO identifica a quantidade de pessoal empregado no policiamento e, se divide em FRAÇÃO ELEMENTAR e FRAÇÃO CONSTITUÍDA. As Frações podem ser de um PM, uma dupla, um trio, um grupo, um pelotão, uma companhia, um batalhão, um regimento, um esquadrão, ou mesmo um grande comando. Chama-se de "regimento" e de "esquadrão" quando se refere, respectivamente, ao nível de batalhão e companhia de cavalaria.
Esta denominação de regimento e esquadrão não atende a nenhuma necessidade técnica, conserva-se esta denominação exclusivamente para se guardar a tradição. É cultural. Na realidade, a cavalaria – como é conhecida – executa qualquer tipo de policiamento no processo montado.
FRAÇÃO ELEMENTAR é aquela que não pode ser dividida e FRAÇÃO CONSTITUÍDA é aquela que pode ser escalonada em duas ou mais frações.
Reza a lenda que uma portaria da IGPM definiu que: um GPM ou Grupo PM é constituído por no mínimo dois e no máximo seis frações elementares; Um Pelotão PM ou Pel PM é constituído por no mínimo dois e no máximo seis Grupos PM; Uma Companhia PM ou Esquadrão PM -CiaPM/Epmon é constituído por no mínimo dois e no máximo seis Pel PM; Um Batalhão PM ou Regimento PM – BPM/RPMon é constituído por no mínimo dois e no máximo seis companhias ou esquadrões PM.
Cumpre salientar que as frações de efetivo de Cavalaria são RPMon, EPMon e PelPMon, não tem a letra "t" no fina, embora seja Polícia Montada.
Autor doArtigo: Coronel QOPM Ricardo

Capa 2 Couminca Am horizontal FULL
Banner 02 Pet DB
Capa 3 Couminca Am horizontal FULL
Banner 02 Good PAX